MSC Cruzeiros actualiza itinerário da 'Grand Voyage' do MSC Bellissima para a Ásia

18/02/2020
Novo itinerário inclui destinos alternativos nos Emirados Árabes Unidos, Vietnam e Tailândia para substituir escalas canceladas na China Continental, Hong Kong e Taiwan 

Lisboa, 18 de Fevereiro 2020 – A MSC Cruzeiros actualizou o itinerário da Grand Voyage de 28 noites do MSC Bellissima com destino à Ásia, com partida do Golfo no dia 21 de Março.

A actualização do itinerário da Grand Voyage, de 21 de Março a 18 de Abril, implica o cancelamento dos portos de Shenzhen, na China Continental; Hong Kong; e Keelung, em Taiwan, e a adição dos seguintes portos: Laem Chabang/Bangkok, na Tailândia; Phu My/Ho Chi Minh City, no Vietnam; bem como um dia extra em Kobe, no Japão. Para além disso, o navio realizará também agora escala na Ilha de Sir Bani Yas, nos Emirados Árabes Unidos, em vez de Khor Fakkan, EAU.

A Grand Voyage de 28 noites do MSC Bellissima com destino à Ásia, começará no dia 21 de Março no Dubai, com escalas no Golfo incluindo Abu Dhabi e a Ilha de Sir Bani Yas. A partir daqui, a viagem continuará em direcçao a leste, com escalas em Colombo, Sri Lanka; Phuket, Thailand; Langkawi, Penang, e Port Klang/Kuala Lumpur, Malásia e Singapura. O navio seguirá de seguida até Laem Chabang/Bangkok, na Tailândia; Phu My/Ho Chi Minh City, no Vietnam; com uma pernoite em Kobe, no Japão; antes de finalmente chegar ao seu destino em Yokohama, Japão, no dia 18 de Abril.

Para garantir a saúde e bem-estar de todos os viajantes e tripulação a MSC Cruzeiros implementou uma série de acções desde o dia 24 de Janeiro devido à situação do Coronavirus originária na China. Apesar de não haver nenhum caso de Coronavirus a bordo de nenhum navio da MSC Cruzeiros, estas medidas são precauções adicionais para assegurar a saúde e bem-estar de todos os viajantes e tripulação. Os passageiros que vão embarcar num cruzeiro deverão ter em conta o seguinte:

  • Qualquer pessoa que tenha viajado da China continental ou que tenha visitado a China Continental, Hong Kong ou Macau nos últimos 30 dias, ou visitado ou transitado através de aeroportos, terá o acesso negado ao navio. As mesmas regras aplicam-se aos seus acompanhantes de viagem (pais, esposas, filhos, irmãos ou alguém que partilhe o camarote);

  • Passageiros com sinais ou sintomas como febre (≥38 C°) ou estado febril, arrepios, tosse ou dificuldade em respirar não poderão embarcar. As mesmas regras aplicam-se ao(s) seu(s) acompanhante(s);

  • Qualquer pessoa que, nos 14 dias que antecedem o embarque, tenha tido contacto próximo, ou ajudado a cuidar de alguém com suspeitas ou diagnóstico de estar contagiado com coronavírus, ou que esteja de momento sujeito a monitorização de saúde por possível exposição ao novo coronavírus, não poderá embarcar;

  • A MSC Cruzeiros continuará a conduzir rastreios pré-embarque necessários para cumprir estas medidas preventivas;

  • Passageiros com passaporte chinês que não tenham viajado de ou através da China Continental, Hong Kong ou Macau nos últimos 30 dias, e que gozem de boa saúde, podem aceder ao navio. No entanto, as autoridades de certos países estão temporariamente a não autorizar detentores de um passaporte Chinês a entrar nos seus territórios. Aconselha-se, no entanto, os portadores de passaporte Chinês a verificarem quaisquer restrições de viagem que possam ser aplicada.

Para além disso, existe neste momento uma levada e profunda higienização em todos os navios de toda a frota da companhia e os passageiros e tripulantes têm sido todos aconselhados a seguir sempre todas as directrizes de saúde e segurança, tais como lavar as mãos regularmente com água e sabão durante 20 segundos, bem como todas as outras recomendações e medidas de segurança pública. 

As medidas acima mencionadas e a decisão de alterar o itinerário do navio foi tomada com base no melhor interesse da segurança e bem-estar dos passageiros e tripulação da MSC Cruzeiros.